Todo dia é dia de criança

Hoje é dia da criança? Sim, todo dia é dia da criança!

Todo dia é dia da criança desfrutar deste tempo maravilhoso da vida, pleno de inocência, candura, pureza e bondade. Ser criança é uma felicidade! É montar, desmontar, criar e recriar! Brincar de pula-pula, acampamento, pegador, boneca, pipa e futebol...

Ser criança, em qualquer parte do mundo, é sempre uma grande oportunidade, e serve de transição à vida adulta onde lhe esperam realidades que, a seu tempo, e já preparada com uma orientação amorosa e lúcida dos pais e educadores, haverá de enfrentar.

Não é por acaso que o Japão valoriza sobremaneira suas crianças, dedicando não um dia, mas dois, para homenagear seus pequenos – um dia para os meninos e outro para as meninas -, dando exemplo para nós, do ocidente, da observância de valores essenciais de convivência. 

Assim o Kodomo no Hi  é em homenagem aos meninos, e desde 1948 é um feriado nacional que acontece no quinto dia do quinto mês do ano (5 de maio), fazendo parte da Golden Week (semana dourada) e outro dia para as meninas, - o Hina-matsuri - no terceiro dia do terceiro mês do ano (3 de março), ambos têm como objetivo comemorar essa linda fase da vida humana.

O mundo da criança é uma dádiva natural a ser protegida. Este paraíso, porém, vem sendo ameaçado pela insensatez de adultos ambiciosos que, na busca de audiência a qualquer preço, utilizam-se de todos os recursos para encurtar esta fase, incluindo cenas de sexo explicito e outras de violência sensacionalista em novelas e telejornais. 

Inicialmente estranhas à realidade vivida pela criança, estas cenas causam estranhamento e rechaço, como qualquer mãe pode observar nas primeiras reações manifestadas pelas crianças frente a uma discussão ou uma tragédia noticiada. Com o tempo – e frente à receptividade e “naturalidade” com que são assistidas pelo adulto – a criança se habitua a conviver com pensamentos de tal natureza, ficando, entretanto, um temor indefinido e uma certa incompreensão sobre as referências captadas do que é, afinal, este mundo em que vivemos.

Seja por ignorância ou intencionalmente, o resultado é o imenso mal para todos, ao deteriorar o ambiente psicossocial e narcotizar a sensibilidade dos telespectadores. Parece que tudo é premeditado para transformar nossos pequenos em potenciais consumidores, em flagrante atentado às leis naturais e ao futuro do país.

A história nos mostra que a transformação de um país necessariamente começa pela base, na educação das crianças para serem adultos responsáveis que valorizem o que realmente conta para a vida em sua plenitude: aperfeiçoar-se internamente e ser um cidadão respeitoso e colaborador com seus semelhantes. 

Tomar consciência do que recebeu ao chegar a este mundo e nutrir gratidão aos que lhe antecederam, cultivar o verdadeiro respeito, pensar nas gerações futuras que habitarão o planeta, utilizando os recursos naturais com parcimônia é, sem dúvida, uma conduta leal e generosa a ser ensinada na infância.

Pensando nisso, é que foi criado o movimento http://www.brasilsemviolencianamidia.org.br/ para conscientizar a mídia impressa e eletrônica da sua responsabilidade com o país, respeitando a felicidade de nossas crianças em todos os dias do ano.

Veja em que data se comemora o Dia das Crianças em outros países: