Por falta de condenados, Suécia vai fechar cinco presídios


O governo da Suécia decidiu fechar pelo menos quatro presídios e um centro de detenção preventiva. O motivo: o número de prisioneiros nas cadeias. Entre 2001 e 2012, houve uma queda de 6% nos números de pessoas detidas.

Para o chefe de prisão e serviços de liberdade condicional sueco, Nils Öberg, o país agora tem a oportunidade de “fechar uma parte da infraestrutura penitenciária da qual não precisa mais nesse momento”, disse ao jornal britânico The Guardian.

As causas da acentuada diminuição do número de detentos são desconhecidas. Mas Öberg acredita que o bom índice tenha sido alcançado com uma exitosa campanha de reabilitação de presos.


Atualmente, a Suécia conta com 82 unidades prisionais e sua população total de presos no ano de 2012 foi de 6.384, uma taxa de 67 presos a cada 100 mil habitantes. No mesmo período, o Brasil tinha uma taxa de 274 detidos a cada 100 mil habitantes. Os dados são do ICPS (Centro Internacional para Estudos Prisionais, em inglês).

Fonte: Jornal Registra